As viagens online alcançam crescimento incrível até 2017.

O e-commerce brasileiro aumentará 14% até o final de 2015 (cerca de U$ 12 bilhões) e os viajantes continuarão comprando online.
Veja a venda de viagens online no Brasil de 2014 à 2019 (bilhões e variação em%):

Captura de Tela 2015-07-13 às 12.07.17
Mesmo abrandando, o crescimento de dois dígitos continuará. Somente em 2018 veremos 9%.

A taxa de crescimento mais rápida do ano é da Argentina, onde as vendas crescerão 42%, e excederá em muito os 2% previstos nos USA, ou os 8,9% do Reino Unido, além de outros números menores dos mercados mais desenvolvidos.

E o brasileiro adora receber informações com antecedência. Mais de 50% dos viajantes de lazer do país estão inscritos em mailings de email marketing de OTAs e cias. aéreas, enquanto somente 39% assinam news de hotéis.

Além disso, 57% reservam voos em sites da cias aéreas, OTAs ou aplicativos, enquanto 43% opta por reservar hotéis por esses canais.

Os PCs ainda dominam as reservas de viagens, com 69% das vendas, sendo 27% por smartphones e 20% por tablet.

Com todas essas informações, a pergunta que fica é: ‘Sua estratégia online está consistente o suficiente para os próximos anos?